Home Blog de Makes Twitter Facebook Loja Matéria do Dia Contato

Esfoliação reduz a celulite e ajuda no bronzeado


A esfoliação corporal é a queridinha de todas as estações. No verão, além de renovar as células da pele, ela deixa o bronzeado mais uniforme e minimiza o efeito “casca de laranja”. Já no inverno, a prática ajuda a afinar a pele para uma melhor absorção de cremes e óleos hidratantes, evitando o ressecamento. Com a constante renovação celular proporcionada pela esfoliação, a tendência é ter a pele sempre linda e jovem.

Benefícios da esfoliação corporal

• Retira as células mortas promovendo a renovação celular.
• Afina a pele para uma melhor penetração dos princípios ativos dos cosméticos.
• Deve ser realizada três dias antes de se bronzear, para garantir um bronzeado mais homogênico e duradouro.
• Melhora a circulação sanguínea.
• Minimiza a celulite.
• Deixa a pele suave e acetinada.
• Estimula a produção de colágeno.


Mas apesar de tantos benefícios, ela não deve ser realizada todos os dias. “O ideal é esfoliar de 15 em 15 dias para não estimular demais a pele”, recomenda a dermatologista Blanch Marie, pois pode provocar um aumento da oleosidade natural do local.

Além disso, é importante comprar o creme esfoliante certo para você: existem alguns produtos com esferas mais abrasivas, indicado para peles espessas e oleosas e os menos abrasivos, para peles mais sensíveis. “Opte por um esfoliante mais abrasivo para o corpo e um menos para o rosto”, orienta a dermatologista.

“Para saber o nível de abrasão do produto é só colocar um pouco na palma da mão e fazer movimentos circulares, se a pele ficar vermelha rapidamente e você sentir os grânulos mais grossos, então esse é mais abrasivo”, explica.


Esfoliação ideal para a sua pele

Pele oleosa: alguns princípios ativos prometem ajudar as peles oleosas, “como o abacaxi, que deixa a pele mais clara e diminui a oleosidade”, comenta a dermatologista. A esfoliação pode ser feita uma vez por semana.

Pele seca: geralmente quem tem a pele seca acha que não precisa fazer a esfoliação. Os benefícios, neste caso, vão muito além da renovação celular: ela deixa a pele preparada para receber o hidratante e ajuda numa melhor absorção do produto. Se a sua pele for espessa, opte por esferas mais abrasivas.

Pele sensível: as donas de pele seca ou oleosa e sensível devem passar o creme delicadamente no rosto, para não agredi-lo. Se você tem rosáceas, isto é, a pele rosada e normalmente com as bochechas avermelhadas, Blanch Marie aconselha a evitar a esfoliação, se possível. Antes de comprar o produto, observe se ele possui esferas menos abrasivas.

Como fazer uma esfoliação em casa

O momento ideal para realizar a esfoliação é durante o banho, pois, com a pele molhada, o creme desliza melhor pelo corpo. Faça sempre movimentos circulares, leves (isto é, sem pressionar a pele) e lentos para não machucar. Lembre-se de dar atenção especial para as áreas mais espessas como: joelhos, cotovelos e sola dos pés. Blanch Marie indica três receitinhas para fazer em casa:

1ª receita
Misture açúcar com óleo de amêndoas. Faça movimentos lentos e suaves. Também pode ser realizado no rosto, mas somente de 15 em 15 dias, pois o excesso de estímulo pode tornar a pele mais oleosa.

2ª receita
Misture açúcar cristal com mel. O mel é excelente hidratante e a pele ficará uma seda. Esse esfoliante é mais abrasivo, por isso não é recomendado para peles sensíveis.

3ª receita
Misture aveia em flocos com mel. Siga o mesmo procedimento, com movimentos circulares. Esse esfoliante é menos abrasivo e pode ser usado em todos os tipos de peles.


Consultoria: Blanch Marie, dermatologista.
Fonte: Revista Uol
Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no LinkedinStumble ItCompartilhar no Google Buzz Compartilhar no OrkutMais...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...